terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Guias de leitura que utilizarei em 2016

Olá, pessoal!

Já teve aquela sensação de ter tantos livros para ler que não sabe nem por onde começar? Depois que eu entrei na faculdade de Letras me senti totalmente perdida. Os professores falavam sobre várias obras com uma naturalidade amedrontadora, como se o básico para você pensar em "talvez quem sabe um dia" colocar o seu nominho na inscrição do vestibular para o curso de Letras fosse conhecer aqueles livros de cor. O detalhe: eu nem ao menos conhecia o autor da obra, e quando digo que não conhecia quero dizer: "nunca vi mais gordo".

Com a frustração, corri para a biblioteca na tentativa de tirar o atraso. Chegando lá, várias estantes recheadas de livros. Por onde começar? Não vou mentir, passou pela minha cabeça fazer tal qual o Autodidata de A náusea: ir em ordem alfabética. Claro que não era uma boa ideia. Vi o primeiro da primeira estante, não senti vontade de lê-lo, desisti na hora. 

A segunda tentativa foi anotar todas as obras citadas em sala de aula. A lista cresceu monstruosamente em apenas um mês. Alguns nomes estavam errados e eu não os encontrava. Depois de um tempo fiquei com preguiça de anotar e desanimei.

O terceiro método tentado foi seguir o livro 501 Grandes escritores. No começo deu certo, cheguei a ler muita coisa dos autores gregos, mas ficava presa a isso, não conhecia muitas obras modernas e acabava indo mal nas matérias de literatura mais "atual". Além disso, o livro quase não tem autores nacionais...

Coleção Saraiva de Bolso

O último e mais bem sucedido (utilizo há uns 3 anos) foi seguir a listinha encontrada no fim dos livros da coleção Saraiva de Bolso (esses livros de capa colorida que sempre aparecem por aqui). Os livros são bem baratinhos e a seleção feita pela editora me pareceu completinha, apesar de conter apenas clássicos da literatura. Nem preciso falar das capas, né? Minha coleção só aumenta!

Clube da leitura

Este ano, para sair um pouco da exclusividade na leitura de clássicos, vou revezar os livros da Coleção com os livro indicados pelo Clube da Leitura do grupo Blogs que Interagem. Vocês verão a resenha destes livros aqui no blog todo mês. Os livros faram votados pelo pessoal do grupo, então estão bem diversificados. Vai ter romance, saga, ficção científica e até chick-lit.

Operação Sujeito Livre

Para quem não conhece ainda, a Operação Sujeito Livre é um desafio mensal que consiste em ler um livro por mês dentro do tema proposto. Eu faço a escolha dos temas pensando na progressão de uma pessoa que começa o desafio sem o costume de ler. Nesta primeira edição os temas são bem amplos, dando aos participantes chances de escolher o livro que mais lhe agrada. Nas próximas edições a ideia é ir especificando mais e aumentando a dificuldade das leituras, além de apresentar ao leitor diferentes gêneros e autores.

E como vocês estão programando as leituras deste ano? Conta aí os comentários!

3 comentários:

  1. Oi, Renata. Quando a gente começa a ler começa mesmo a ficar difícil escolher as leituras. Para você, que faz letras, deve ser um dilema. Faz uns três anos que uso desafios literários e a meta de leitura do skoob para me ajudar a ler coisas mais diversificadas. Até agora, não cumpri nenhum hahaha.

    ResponderExcluir
  2. Realmente é bem difícil montar um cronograma para conseguir fazer muitas leituras ao longo do ano, mas você está de parabéns pela organização. Pretendo aumentar o meu número também, haha!

    ResponderExcluir
  3. Eita que minha lista tá jogada ao vento do acaso! Anoto tudo que vejo pela frente haha - Mas vou seguir suas dicas e dar uma organizada pra ver se a pilha diminui aos poucos :)

    ResponderExcluir