segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Microconto | Mais uma sexta-feira


Aquele dia não foi fácil. Depois de ouvir a reclamação de dois clientes e uma bronca do chefe, Jaqueline já se sentiu exausta. O pior era saber que não tinha culpa, ou melhor, quase não tinha culpa, era possível evitar algumas respostas atravessadas, mas aquela senhora também poderia ser mais gentil.

Chegou em casa cansada, entrou em seu quarto, retirou os sapatos e se jogou na cama. Sentiu vontade de chorar. Levantou-se para trancar a porta, assim ninguém a perturbaria. Desmontou ali mesmo, encostada na porta deslizou até sentar no chão. Fez drama, mas quem ligava? Estava sozinha.

Abriu os olhos devagar e reparou em sua imagem refletida no espelho do guarda-roupa. Estava vermelha, com a cara enrugada e o cabelo bagunçado, a cena tosca era antes cômica do que trágica. Então riu. Riu dos olhos cheios de lágrimas, da porta trancada, das besteira que falou para a senhora.

Mudou de roupa, se maquiou e saiu. Era sexta-feira. suas amigas a esperavam em um bar no centro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário