sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Poesia | Cara ao lado


Havia um cara
Sentado, parado, ali do lado
Talvez cansado.

Senti uma conexão
Virei os olhos discretamente para observá-lo
E, pasmem!, não olhava para mim

Havia um cara ali,
Sentado, parado ao meu lado
Talvez amado.

Nenhum romance aconteceu

Nenhum comentário:

Postar um comentário