terça-feira, 8 de setembro de 2015

Vestibular: Mentiras que nos contam



Olá, pessoal!

O vestiba tá chegando e, se você passar pelos cursinhos e terceiros do país, vai perceber uma turminha com cara de acabado. Esse é o pessoal que se dedicou o ano todo e está desejando que o vestibular chegue logo de uma vez para termimar com essa tortura! Aproveitando este momento, trago aqui alguns mitos e verdades que encontrei pela internet e escutei de algumas pessoas ao longo do ano. Lembrando aqui que este texto é apenas uma opinião formada através da minha experiência como vestibulanda, ex-universitária e plantonista de língua portuguesa.

1. Você precisa se acabar de estudar
Há uma grande armadilha nesta afirmação. É óbvio que o ano do vestibular precisa de uma dedicação maior do que os outros anos do ensino médio, mas cuidado com os exageros! Estudar é como praticar um exercício físico: precisamos dar valor aos momentos de descanso. Faça pausas a cada uma hora para levantar e dar uma volta, deixe um dia da semana para esquecer um pouco dos livros, pratique um exercício físico... esses pequenos detalhes vão te deixar firme e forte até o dia da prova.

2. Qualquer faculdade é boa
Não estou menosprezando nenhuma faculdade em específico, nem falando pra você levar à risca o ranking mundial das melhores universidades. Apenas faça uma pequena pesquisa sobre o seu curso procurando por alunos e ex-alunos. Cada faculdade tem um perfil e foco diferente, algumas incentivam mais a pesquisa, outras valorizam o mercado de trabalho, tem as com uma Empresa Júnior bem estruturada, as que possuem ótimas festas... enfim, procure aquela que tem mais a sua cara e que atende o que você busca para a sua vida universitária.

3. Faça o que você ama / faça o que dá dinheiro
Se eu abrir uma enquete aqui perguntando qual o melhor caminho para a escolha do curso, tenho certeza que o resultado será um empate. Digo que nenhuma das opções é a melhor. Como assim?? Simples, precisamos das duas coisas para ter ma vida bacana: dinheiro e satisfação profissional. Se você conseguir juntar as duas coisa, parabéns, está no rumo certo! Mas nem sempre é fácil! Por isso, dedique um tempo dos seus dias para refletir sobre o assunto, tente se imaginar daqui a alguns anos, qual será a sua profissão? E não vá na onda de que a sua escolha tem que ser única e definitiva, mudamos muito durante a vida e nada nos impede de mudar de carreira quando quisermos.

4. Só vá se passar naquela faculdade / curso
Uma coisa é quando estamos focados e sabemos exatamente o que queremos, outra e sermos pressionados a realizar desejos alheios. Se você está no segundo grupo, lembre: a escolha tem que ser sua e somente sua. Não há nada de errado em escolher o curso x porque é mais fácil de passar, ou a faculdade y porque ela não é tão concorrida. Já falei sobre isso neste post aqui. Há vários cursos menos "famosos" que podem te preparar tão bem quanto aquele curso super concorrido, pesquise!

5. É este ano!!
Não estou torcendo contra (ao menos que você esteja prestando jornalismo, haha!), mas jurar de pé junto que este será o seu último ano de cursinho e que sua vida vai acabar se você não passar é uma pressãozinha extra desnecessária. Tenha o plano B na manga caso este ano não dê certo, assim você fica mais relaxado e as chances do plano A funcionar são maiores! 

6. Vestibular é o único caminho para o sucesso
Vou revelar um segredo que nenhum professor de cursinho vai te dizer (até porque seria anti-ético) e o qual seus pais desconhecem (na época deles as coisas eram diferentes): o vestibular nem sempre é o melhor caminho. Em algumas profissões o conhecimento técnico é mais valorizado e em outras a experiência é fundamental. Então, mais uma vez eu reforço: pesquise, separe alguns dias para conhecer melhor a profissão que você quer seguir.

Essas são algumas dicas! Se você quiser, sugira mais temas sobre o assunto nos comentários!

Beijos e até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário