sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Estude comigo | Exercício 2 - FUVEST 2015 #BEDA





Olá, pessoal!

Vamos estudar um pouquinho?

(FUVEST 2015) - Em certos aspectos, os gregos da antiguidade foram sempre um povo disperso. Penetraram em pequenos grupo no mundo mediterrânico e, mesmo quando se instalaram e acabaram por dominá-lo, permaneceram desunidos em sua organização política. No tempo de Heródoto, e muito antes dele, encontravam-se colônias gregas não somente em toda extensão da Grécia atual, como também no litoral do Mar Negro, nas costas da atual Turquia, na Itália do sul e na Sicília Oriental, na costa setentrional da África. e no litoral mediterrânico da França. No interior dessa elipse de uns 2500km de comprimento, encontravam-se centenas e centenas de comunidades que amiúde diferiam na sua estrutura política e que afirmaram sempre a sua soberania. Nem então, nem em nenhuma outra altura, no mundo antigo, houve uma nação, um território nacional único regido por uma lei soberana, que se tenha chamado Grécia (ou um sinônimo de Grécia).

M.I. Finley. O mundo de Ulisses, Lisboa. Editorial Presença, 1972. Adaptado.

Com base no texto, pode-se apontar corretamente:

a) a desorganização política da Grécia antiga, que sucumbiu rapidamente ante a investidas militares de povos mais unidos e mais bem preparados para a guerra, como os egípcios e macedônios
b) a necessidade de profunda centralização política, como a ocorrida entre os romanos e os cartaginenses, para que um povo pudesse expandir seu território e difundir sua produção cultural.
c) a carência, entre quase todos os povos da Antiguidade, de pensadores políticos, capazes de formular estratégias adequadas de estruturação e unificação do poder político.
d) a inadequação do uso de conceitos modernos, como nação ou Estado nacional, no estudo sobre Grécia antiga, que vivia sob outras forma de organização social e política.
e) a valorização na Grécia Antiga, dos princípios do patriotismo e do nacionalismo, como forma de consolidar política e economicamente o Estado Nacional.

Resolução:

Mode de produção escravista

Modo de Produção Escravista: Formação da propriedade privada da terra. O crescimento populacional das comunidades familiares levou a disputa pela terra formando dois grupos: uma minoria que possui as terras e uma maioria que não possui propriedade. Esta maioria se endivida e torna-se escrava da minoria proprietária das terras.

Sociedade Censitária:  Divisão da sociedade a partir da condição econômica (renda), surgindo três camadas sociais: proprietários, homens livres e escravos, tendo mobilidade social entre estas camadas. 

Formação da civilização grega:

Região: Península Balcânica

Origem: Migração de povos indo-europeus: aqueus, eólios e jônios. Civilização que possuía uma economia baseada no comércio marítimo e estabelece um Estado organizado. Sofrem invasões dos dórios no séc XV a.C., ocorre assim a primeira diáspora grega com a fuga da população, espalhando-se  pelo interior da Península Balcânica.

1ª Diáspora Grega: Formação de genos, surgindo o Modo de Produção Escravista. O crescimento dos genos formam as frátrias, que por sua vez formam as tribos, que crescem e surgem os Demos. Com a falta de terra, promove-se a 2ª Diáspora grega.

2ª Diáspora Grega: A dispersão da população cria comunidades gregas ao longo do Mar Mediterrâneo e do Mar Egeu, o conjunto de todas estas comunidades forma o que chamamos de Magna Grécia. Os Demos se reorganizam e formam a Pólis.

Pólis: ou cidade-estado. As cidades-Estado são política, militar e economicamente independentes. Porém a cultura, religião e língua fazem com que estas cidades sejam culturalmente ligadas.

Resposta da questão: D

a) não havia uma desorganização política na Grécia antiga, havia apenas uma "desunião de organizações", ou seja, cada cidade-Estado possuía uma organização política, porém não havia um Estado centralizado para toda a Grécia.
b) a produção cultural da Grécia era reproduzida de maneira independente, não necessitando de uma centralização política para se expandir por todo território da Magna Grécia.
c) há grandes pensadores políticos da Antiguidade, como Platão, Sócrates e Aristóteles.
d) Está correta. Não é possível utilizar termos da política moderna para descrever a organização política da Grécia antiga pois, além da diferença temporal muito grande, a política moderna é muito diferente da política antiga.
e) não havia na Grécia antiga a  noção de patriotismo e nacionalismo como entendemos os termos atualmente (discussão da alternativa "d") pois não havia um Estado centralizado para gerar este tipo de comportamento.

Quer ver a resolução comentada de outras questões dos vestibulares? Recomendo a resolução do site do Objetivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário